impactos da construção civil no meio ambiente impactos da construção civil no meio ambiente

Entenda sobre os impactos da construção civil no meio ambiente

5 minutos para ler

A construção civil é uma indústria vital para a economia do país, responsável pela criação de empregos e por uma alta demanda de insumos e produtos. Apesar do seu papel de destaque no ramo econômico, o setor da construção é um dos que mais causam impactos ambientais.

Os impactos da construção civil no meio ambiente são inúmeros, pois acontecem desde a extração das matérias-primas necessárias, passando por todo o processo de construção e continuando durante a utilização das edificações. Dessa forma, é necessário conciliar o desenvolvimento da indústria da construção e a preservação ambiental, para que exista o crescimento sustentável.

Este artigo tem como objetivo abordar os principais impactos da construção civil no meio ambiente e estratégias eficientes para mitigá-los. Boa leitura!

Impactos da construção civil no meio ambiente

Estudar os impactos da construção civil no meio ambiente é importante para todo profissional da área, principalmente por conta das legislações e normas existentes. No Brasil, por exemplo, a Lei n° 10.295, conhecida como lei da sustentabilidade, influencia diretamente a construção civil. Conheça alguns aspectos que merecem destaque!

Impactos positivos

A construção civil — apesar de ser um dos maiores vilões com relação aos impactos ambientais — pode proporcionar alguns impactos positivos, que estão ligados diretamente à sustentabilidade. Existem dois grandes exemplos que podem ser citados: a reciclagem e a geração de energia.

Diversas pesquisas acadêmicas utilizam resíduos, tanto da construção civil quanto em outras indústrias, na composição dos materiais utilizados nas obras. Por exemplo, os pneus podem ser utilizados na fabricação dos ligantes asfálticos para a pavimentação de estradas, e o plástico reciclado pode ser usado na composição de argamassa.

Quanto à geração de energia, atualmente as construções sustentáveis têm focado em consumir menos luz, além de gerar sua própria energia por fontes renováveis. A vantagem disso é que construções menores, como casas, geram mais energia do que consomem, e podem passar a fornecê-la para a rede.

Impactos negativos

Há diversos impactos da construção civil no meio ambiente que acabam sendo prejudiciais. Porém, a maioria deles tem soluções que visam reduzir os danos causados. Entre os impactos negativos, podemos citar:

  • ruídos;
  • emissão elevada de gás carbônico;
  • desperdício de água;
  • consumo alto de energia;
  • geração de resíduos;
  • impermeabilização do solo.

Normalmente, os ruídos são associados somente com a etapa de construção, porém, existem construções, como as estradas e indústrias, que apresentam um alto nível de barulho, mesmo durante o uso da edificação. Para reduzir esse impacto, é importante escolher equipamentos com menor emissão de ruído, além de optar por sistemas construtivos com isolamento acústico.

A emissão de gás carbônico está diretamente relacionada ao aquecimento global e às mudanças climáticas. O principal culpado é a produção de cimento, portanto, escolher materiais alternativos ou reduzir a utilização desse material na construção são soluções sustentáveis, que reduzem os impactos ambientais.

O desperdício de água é muito comum, tanto na execução das obras quanto na utilização, mas é facilmente contornável. Políticas de reutilização de água da chuva e conscientização sobre o uso desse recurso resultam em economias significativas.

A energia consumida na fase de execução das edificações é extremamente elevada. Contudo, é possível optar por equipamentos mais modernos, que apresentam menores consumos de energia. Além disso, adotar projetos sustentáveis que aproveitam a luz natural, por exemplo, auxiliam na diminuição desse impacto.

Todo o processo construtivo apresenta geração de resíduos, muitos deles não recicláveis. Os resíduos recicláveis podem ser separados corretamente, e outros, como restos de tijolos, podem servir como agregados na composição de argamassa.

A impermeabilização do solo é um grave problema, principalmente nos grandes centros urbanos, uma vez que impede que a água escoe, aumentando as chances de alagamento. Existem várias soluções para esse problema, como a adoção de telhados verdes e a utilização de asfaltos e concretos mais porosos, que permitem a passagem da água.

Nota-se que a sociedade tem se preocupado cada vez mais com os impactos das atividades humanas no meio ambiente, e existem diversas agendas internacionais que procuram soluções para reduzi-los. Assim, os impactos da construção civil no meio ambiente devem ser levados em consideração pelos profissionais da área.

Agora que você sabe quais são os impactos da construção civil no meio ambiente e a importância de conhecê-los, compartilhe este artigo nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a este conteúdo!

Posts relacionados

Deixe um comentário