O que é metodologia PERT/CPM e como aplicá-la? Descubra!

  1. Início
  2. Construção
  3. O que é metodologia PERT/CPM e como aplicá-la? Descubra!

Gerir obras de construção civil pode ser uma tarefa desafiadora! São inúmeras atividades a serem coordenadas entre si para que o projeto possa ser concluído dentro do prazo. Afinal, o não-cumprimento de prazos pode acarretar problemas com o cliente, prejudicando a reputação da empresa e a viabilidade de um negócio.

Visando evitar esse tipo de situação, muitos métodos de gerenciamento de projetos foram desenvolvidos ao longo da história e aprimorados pelas tecnologias que os sucederam.

Neste artigo, iremos falar sobre a metodologia PERT/CPM, explicando seus objetivos e princípios básicos, bem como a sua aplicabilidade no setor da construção civil. Não deixe de ler até o final para entender quais benefícios esse procedimento pode trazer para sua empresa.

O que é metodologia PERT/CPM?

Na realidade, a metodologia PERT/CPM consiste em dois métodos diferentes e complementares. Ambos foram desenvolvidos independentemente nos anos 50, mas, por terem objetivos em comum – previsão, controle e coordenação de prazos, recursos e processos – em geral são aplicados em conjunto.

O PERT – ou Técnica de Avaliação e Revisão de Programa (Program Evaluation and Review Technique) – é uma ferramenta probabilística desenvolvida para estimar a duração de uma atividade através do cálculo da média ponderada do tempo previsto para três cenários de obra diferentes:

  • cenário otimista – que considera o tempo mínimo possível para a conclusão de uma atividade e terá peso 1 no cálculo da média;
  • cenário pessimista – que considera o tempo máximo possível para o conclusão da mesma atividade e, igualmente, terá peso 1;
  • cenário mais provável – este terá peso 4 no cálculo da média já que considera o tempo mais provável de conclusão para a atividade.

Sendo assim, pode parecer lógica a conclusão de que, em um programa que inclua múltiplas atividades, o PERT poderia ser aplicado a cada uma delas e, então, bastaria que se somassem os tempos de todas as atividades para chegar ao tempo total de obra. No entanto, essa premissa desconsidera que existem atividades que podem ser realizadas concomitantemente. É nesse ponto que entra o método CPM.

O Método do Caminho Crítico (Critical Path Method) prevê que, em um conjunto de atividades que compõe um projeto, haverão algumas atividades principais cuja sequência de execução determinará o tempo total da obra e, portanto, essa é a sequência fundamental do processo, na qual não podem haver atrasos! Outras atividades estarão ocorrendo em paralelo a essa sequência e terão alguma “folga” no tempo de execução.

O CPM utiliza gráficos compostos por setas – representativas das atividades em si e de sua duração calculada através do PERT – e por nós que representam início e fim de atividades. As setas encaminham o processo de nó a nó até a conclusão do projeto. Dessa forma, a visualização do percurso como um todo fica muito mais fácil e, consequentemente, a gestão de obra pode ser realizada de uma maneira mais assertiva.

Como aplicá-la na prática?

Ainda que seja possível aplicar a metodologia PERT/CPM manualmente, a construção civil tem projetos de complexidade extrema e que incluem centenas de atividades, de forma que é muito mais produtivo fazer uso de softwares de gestão para melhorar a qualidade das obras.

A aplicação desse método é eficaz no aumento da produtividade e deixará claro o tempo total de conclusão da obra, os riscos da programação e as atividades críticas para o andamento do projeto, evitando atrasos e antecipando dificuldades. Além disso, caso haja a necessidade de alteração do prazo da obra, a metodologia PERT/CPM permitirá a visualização da melhor forma possível de concretizar o novo prazo.

Se você gostou dessa dica e quer conhecer mais formas de melhorar a gestão do seu negócio, não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Construção
Talvez você também goste:

Receba conteúdos em seu e-mail!

    Conteúdos recomendados

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Preencha esse campo
    Preencha esse campo
    Digite um endereço de e-mail válido.
    Você precisa concordar com os termos para prosseguir