Big Data na construção civil: conheça 4 benefícios dessa tecnologia

4 minutos para ler

O Big Data na construção civil tem sido muito importante e benéfico para auxiliar na análise de dados e otimizar a gestão da obra. As construtoras precisam lidar diariamente com inúmeros dados e administrar essas informações, e isso pode ser um grande desafio para os gestores. Organizar os dados e saber utilizá-los faz toda a diferença para o sucesso no canteiro de obras.

As constantes evoluções tecnológicas estão presentes também no mercado de engenharia e construção. Tecnologias podem auxiliar na coleta e armazenamento de dados dos profissionais, monitoram o uso dos materiais e, até, registram a evolução do projeto em tempo real.

Quer saber como o Big Data pode ajudar a otimizar a gestão das obras? Neste post, vamos mostrar as principais vantagens dessa tecnologia e como usá-la na construção civil. Acompanhe!

O que é o Big Data?

O Big Data é uma tendência que as principais construtoras vêm usando para se manterem atualizadas e competitivas no mercado. Esse termo se refere a uma imensa quantidade de dados (off-line e digitais) que podem impactar no dia a dia das empresas. A coleta dessas informações relevantes, entre outras coisas, auxilia na otimização das decisões, reduz os custos e aumenta a eficiência produtiva.

Quais as vantagens do Big Data?

O processo de coletar, armazenar e utilizar dados e informações de maneira estratégica pode ser muito benéfico para as empresas do mercado de construção civil. Além disso, essa é uma maneira de preparar as construtoras para receberem as melhores tecnologias disponíveis do mercado. O Big Data pode ser usado de diversas formas na construção civil e oferece muitas vantagens.

1. Tomar melhores decisões

Toda decisão que é tomada pelos gestores da obra afeta diretamente o desenvolvimento do projeto. Assim, quanto maior o número de informações o gestor possuir na mão, mais chance de tomar decisões assertivas e eficientes. Com o Big Data, é possível avaliar com mais precisão as propostas e o orçamento, além de acompanhar o valor dos materiais e da mão-de-obra.

2. Realizar previsões mais eficientes

A análise de dados auxilia com eficiência o orçamento e o tempo necessário para o desenvolvimento e conclusão de determinada obra, tudo isso com base em indicadores de mercado e projetos anteriores. Além disso, é possível analisar dados meteorológicos, por exemplo, para acompanhar o comportamento do clima na região da obra e realizar ajustes no cronograma, sem prejudicar o andamento dos trabalhos.

3. Reduzir custos operacionais

Projetos otimizados e feitos em menor tempo, é uma forma de garantir mais eficiência nos processos, eliminando desperdícios e as chances de prejuízos que venham diminuir a lucratividade. A redução de custos e o retorno sobre o investimento aumenta quando sistemas de dados inteligentes são adotados pelas empresas.

4. Aumento da sustentabilidade

Na construção civil, assim como em diversos outros segmentos do mercado, a utilização de soluções sustentáveis vem sendo um dos principais objetivos das empresas. O Big Data é capaz de otimizar o uso de profissionais, materiais e equipamentos. Esse tipo de ferramenta ajuda os gestores a analisar dados e identificar pontos que podem ser aprimorados, evitando desperdícios, como de água e eletricidade.

Portanto, o uso do Big Data é fundamental para otimizar processos e atividades no segmento da construção civil. Além disso, essa ferramenta ajuda na realização de um atendimento mais eficiente, permitindo a aproximação e o aprimoramento no relacionando com o cliente. 

Quer saber mais sobre tomadas de decisão assertiva? Veja como a tecnologia auxilia o canteiro de obras!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.