Qual a importância do cronograma de obras para a construtora?

  1. Início
  2. Boas práticas
  3. Qual a importância do cronograma de obras para a construtora?

Elaborar um cronograma de obras é essencial para o planejamento de um empreendimento, pois essa ferramenta identifica e quantifica todos os serviços que serão necessários para realizar uma construção da melhor forma possível.

O cronograma também é muito utilizado para estabelecer como as atividades serão executadas, além da sequência e dependência entre cada uma delas. Se você quer saber as principais vantagens do cronograma de obras e como elaborar um, continue a leitura deste artigo!

O que é cronograma de obras?

O cronograma de obras é uma ferramenta muito utilizada na construção civil, e tem uma importância no andamento de um empreendimento. É nele que são apresentadas todas as fases e etapas de um projeto, fornecendo ao gestor uma visão completa da construção.

Por meio do cronograma de obras é possível organizar melhor a sequência de todas as atividades que serão realizadas, bem como listar e priorizar os serviços mais importantes, estimando o tempo de realização de cada um, a quantidade de recursos necessários e outras informações primordiais. Isso garante que a obra cumprirá o prazo estipulado e que terá uma boa qualidade.

O cronograma pode ser dividido em:

  • físico: mostra o avanço da obra, sendo essencial desde o planejamento até a execução física da obra;
  • financeiro: está relacionado à parte financeira da obra, indicando o quanto a construtora deverá desembolsar para realizar o empreendimento;
  • físico financeiro: é a união dos anteriores, fornecendo informações sobre o avanço dos serviços da obra e o montante investido até o momento.

O mais comum nas construções é o cronograma físico financeiro, pois além de analisar o tempo de execução de cada tarefa e listar as atividades prioritárias, ele mostra o custo de todos os serviços e insumos, o que evita prejuízos durante a construção.

Quais são as vantagens dessa ferramenta?

O cronograma de obras apresenta diversos benefícios para os gestores e funcionários de um empreendimento em construção. Conheça agora os principais.

Organizar o caixa

Saber exatamente o custo de cada serviço e material é essencial para qualquer construção, seja ela de pequeno, médio ou grande porte. A partir disso, o gestor pode analisar o fluxo de caixa com calma, fazer mudanças estratégicas ao longo do tempo evitar despesas inesperadas e desnecessárias.

Organizar o tempo

Como o cronograma de obras mostra o começo, meio e fim de cada fase, é possível elencar os serviços prioritários, fazer mudanças e concentrar a equipe em tarefas emergenciais. Além disso, o cronograma ajuda o planejamento de compra de materiais com antecedência, evitando a falta de produtos e a ociosidade dos trabalhadores.

Garantir financiamentos

Os projetos que dependem de empréstimos de banco devem ter o cronograma físico financeiro anexado à planilha orçamentária e ao memorial descritivo da obra. Esses são documentos de garantia da devolução do empréstimo.

Aumentar a produtividade

Elaborar um bom cronograma de obras pode significar o aumento da produtividade dos trabalhadores. Isso porque, durante o planejamento dos serviços, é possível identificar quais são os principais riscos do projeto. Sendo assim, a gestão pode avaliar o impacto dessas ações e definir soluções para mitigar as ameaças, o que evita que possíveis acidentes atrapalhem o andamento das atividades.

Além disso, o cronograma pode determinar a função de cada colaborador, para que nenhum fique sem orientação e que os profissionais possam focar todo o seu tempo nas tarefas.

Como organizar um cronograma de obras?

Para montar um cronograma de obras para o seu empreendimento, existem alguns passos que devem ser seguidos. Confira!

Defina as atividades e a EAP

Nessa primeira etapa, é necessário listar todas as atividades que serão realizadas no projeto. O principal objetivo é construir a EAP — Estrutura Analítica do Projeto — que facilita a montagem do cronograma nos próximos passos. Nesse momento, é importante:

  • analisar todas as plantas do projeto disponíveis;
  • dividir itens maiores em tarefas menores;
  • analisar o histórico de obras similares;
  • contar com opiniões especializadas.

Relacione as atividades

A melhor maneira de relacionar as atividades é estabelecer a ordem de execução da obra. Nesse momento, são elencados os serviços que têm relação de dependência. Nessa etapa, considere:

  • fim com início: relacione as atividades que só podem começar após o término de outra;
  • início com início: são as atividades que devem iniciar juntas;
  • fim com fim: aquelas atividades devem ser finalizadas juntas;
  • atividades que exigem mais tempo: as atividades que levam mais tempo para serem concluídas merecem destaque no cronograma, pois o atraso delas pode significar um atraso ainda maior do prazo total.

Estipule o tempo das atividades

Para iniciar essa etapa do cronograma de obras, estime o tempo de cada serviço considerando o prazo final. Nesse momento se inicia a principal atuação do gerenciamento: se todas as atividades levam 30 meses para serem concluídas e o prazo de finalização é de 26 meses, é preciso alocar mais trabalhadores em tarefas cruciais, por exemplo.

Para chegar a um tempo de execução mais preciso, considere:

  • estimativas análogas: analise o prazo de obras anteriores;
  • estimativas paramétricas: se o piso de um apartamento de 160 m² foi colocado em 8 dias, então no apartamento de 80 m² o serviço deverá ficar pronto em 4 dias;
  • opinião especializada: consulte engenheiros e outros profissionais que atuem na área para ajudar você a estimular prazos precisos.

Outro ponto importante na estimativa do prazo é considerar possíveis intempéries, sempre nas condições climáticas do local e na época do ano em que o empreendimento será feito.

Conte com a ajuda de um software

Para deixar a elaboração do cronograma de obras ainda mais simples, existem softwares que acompanham a qualidade da obra, fornecendo diversos indicadores de uso de matéria-prima, tempo de execução de tarefas, mapa de ocorrências, dados de inspeção de terreno, entre outros. Essas tecnologias auxiliam o gerenciamento e o monitoramento dessas informações, gerando relatórios para tomadas de decisão.

Como você viu, o cronograma de obras é uma ferramenta que ajuda os gestores na tomada de decisões acertada, além de proporcionar o total domínio da obra e o controle as fases de planejamento e execução das construções.

Se você gostou deste artigo e quer saber mais sobre nossos serviços, entre em contato conosco!

Boas práticas
Talvez você também goste:

Receba conteúdos em seu e-mail!

    Conteúdos recomendados

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Preencha esse campo
    Preencha esse campo
    Digite um endereço de e-mail válido.
    Você precisa concordar com os termos para prosseguir