A importância da ficha de verificação de materiais em obras

6 minutos para ler

O setor de construção civil passa constantemente por aperfeiçoamento de técnicas, visando o aumento da produtividade e, automaticamente, dos lucros. Algumas ferramentas podem ajudar na gestão das atividades, conferindo mais eficiência no processo. A ficha de verificação de materiais em obras é uma dessas inovações. Esse documento garante que os produtos recebidos estejam de acordo com os requisitos de qualidade específicos.

A ficha deve ser preenchida no ato da entrega dos insumos pelo profissional responsável. Dessa forma, é possível garantir a qualidade dos produtos usados na construção e, consequentemente, a durabilidade e segurança da obra, o que evita acréscimos no orçamento final. Esse método é capaz de verificar os atributos do produto e avaliar se estão de acordo com as definições técnicas determinadas.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então não deixe de ler este post. Neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre a ficha de verificação de materiais em obras e mostrar como ela deve ser preenchida. Acompanhe e boa leitura!

Qual é a importância da ficha de verificação de materiais em obras?

A ficha de verificação de materiais (FVM) é um documento simples que garante a qualidade dos produtos que serão utilizados na obra. Atestar que os insumos estão dentro das condições técnicas necessárias proporciona qualidade e durabilidade à obra.

Além disso, a FVM contribui para diminuir as chances de atrasos, retrabalhos, demolições, desperdícios e prejuízos financeiros, visto que, os produtos usados não precisarão de correções ou reparos antes de serem utilizados. E mesmo após a obra concluída, possam garantir resistência suficiente, de forma a não exigir gastos com manutenções frequentes.

Em algumas situações, o documento pode vir acompanhado de recomendações sobre a movimentação e o correto armazenamento dos insumos. Isso também é fundamental para aumentar a produtividade e minimizar perdas.

Nos casos em que é preciso rastrear produtos, a ficha de verificação de materiais ajuda a retroalimentar o sistema da construtora, compondo o arquivo de qualidade da obra. As FVMs monitoram todos os serviços e os produtos usados na construção, proporcionando organização mais eficiente na execução dos processos.

Esse documento também oferece uma relação ativa com os fornecedores. Por meio da conferência efetiva dos materiais, é possível analisar o atendimento e fortalecer os pontos positivos da empresa, em busca de melhores prazos e qualidade dos produtos.

Como preencher as FVMs?

O preenchimento adequado da ficha de verificação de materiais agrega mais qualidade à obra. Trata-se de um documento simples e que deve ser preenchido no ato da entrega dos insumos. Esse preenchimento, normalmente, é feito pelo almoxarife e pode ser realizado à mão ou de forma automatizada, pelo computador.

As FVMs possuem uma lista com os principais itens a serem observados para recebimento e aceitação do material. Entre eles, estão questões referentes ao aspecto visual, superficial, esquadro, dimensões e volume.

Depois de preenchidos todos os campos, o documento deve ser arquivado em um local de fácil acesso, geralmente, no almoxarifado ou no escritório da obra. Algumas construtoras digitalizam essas informações no sistema de documentação eletrônica, para garantir a conservação.

Fica a critério de cada construtora adotar o modelo de ficha que melhor atenderá as suas necessidades. A recomendação é que este documento seja simples, de fácil leitura e entendimento, além do preenchimento prático. As informações contidas nas FVMs devem ser diretas, objetivas, sucintas e claras, de forma que aborde todas as qualidades consideradas fundamentais para o uso e desempenho do produto antes, durante e depois da construção.

Quais são os detalhes contidos nas fichas?

A ficha de verificação de material em obras mais comum é dividida em três partes essenciais:

  • cabeçalho: nesse local, devem ser colocadas informações, como identificação da obra, número da FVM, nome do funcionário responsável pelo recebimento, identificação do produto, número da nota fiscal, data de entrega e quantidade;
  • corpo: coloca-se são os itens a serem verificados no momento do recebimento. Essa descrição possui os aspectos gerais e dimensões do material, testes realizados, entre outros dados. Nesse local, deve-se anotar os resultados obtidos e especificar se atendem aos critérios solicitados para aceitação. Esses dados devem se apresentar de forma clara e objetiva, evitando criar margem de erro na hora da interpretação. Em casos de não compatibilidade, as ações corretivas adotadas devem ser especificadas no campo de observação;
  • rodapé: ao final do documento, deve conter um campo para assinatura do responsável pelo recebimento do material e do engenheiro da obra. Além disso, pode ser colocado um espaço para avaliação da entrega, como o prazo e o atendimento. Também é nesse local que aparecem as tabelas com instruções de armazenamento e movimentação adequada do material.

Quais são os cuidados que devem ser tomados ao preencher as fichas?

É importante ficar atento para algumas situações na hora do preenchimento das FVMs. Para cada produto, há maneiras distintas de verificar a qualidade. Para isso, é fundamental que os profissionais sejam treinados, de maneira a terem condições adequadas, a fim de analisar as mercadorias. Deixar uma amostra dos produtos no canteiro de obras é uma forma de ajudar os almoxarifes na hora da verificação. Nenhum material deve ser recebido e liberado sem que tenha atendido a todas as especificidades da verificação.

Ao realizar o preenchimento da ficha, existem alguns tipos de produtos que precisam de mais atenção em sua verificação, como os cimentos, por possuírem validade menor. É preciso analisar com cuidado as características dos materiais que influenciam diretamente na construção, como a durabilidade e resistência do concreto e dos blocos da estrutura. É necessário também atentar para insumos que tenham pouca tolerância às medidas, que possuem atributos complexos e, ainda, nos materiais usados para acabamento.

Além do correto preenchimento das FVMs, para garantir ainda mais credibilidade e melhor desempenho para sua obra, pesquise as oportunidades de mercado, contrate fornecedores de confiança, utilize materiais de qualidade e conte com a ajuda de profissionais qualificados.

Portanto, a ficha de verificação de materiais em obras auxilia na melhor gestão dos insumos que serão usados durante a construção, conferindo mais segurança e durabilidade à estrutura. Além disso, esse documento diminui as chances de erros e, consequentemente, evita prejuízos e muitas dores de cabeça.

A QualiTab ajuda seus clientes na verificação da qualidade de sua construção de maneira rápida, segura e efetiva. Entre em contato com os nossos consultores e obtenha informações úteis, em tempo real, que ajudarão na tomada de decisão! 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.