Gestão de mudanças: como implementar?

  1. Início
  2. Boas práticas
  3. Gestão de mudanças: como implementar?

Alterações estruturais e a adoção de novas estratégias normalmente requerem que os colaboradores saiam da zona de conforto e quebrem paradigmas. Isso pode ter impactos, inclusive, nos stakeholders, ou seja, nas partes interessadas no negócio. É nesse contexto em que a gestão de mudanças surge como um importante recurso.

Transformar a rotina, a metodologia de trabalho e a conduta esperada dos profissionais, implementar novos processos no canteiro de obras, mexer no organograma ou no orçamento causa impactos significativos na equipe e nos demais envolvidos.

Por isso, é importante aprender a administrar as modificações para garantir que todos continuem alinhados com os objetivos organizacionais. Continue a leitura e entenda como ações nesse sentido ajudam a alavancar os resultados da empresa e a assegurar o interesse de todos os públicos envolvidos.

O que é gestão de mudanças?

A gestão de mudanças consiste em uma metodologia pela qual a empresa se prepara para a implementação gradual de alterações significativas na produção, comercialização ou prestaç ão de serviços. A adoção de um novo software no controle dos processos, por exemplo, exige treinamento da equipe e pode impactar os projetos de várias formas, como veremos adiante.

Não se trata, porém, de um pacote fechado de medidas ou ferramentas ao qual todas as organizações podem aderir. Sua intenção é adaptar os stakeholders às modificações enquanto elas são realizadas aos poucos, sem rupturas.

A forma como os gestores vão administrar esse cenário de transformação varia conforme missão, visão, cultura e valores organizacionais, além de diretrizes e políticas que regem a companhia no setor, a regulamentação a ela aplicada e o comportamento do mercado.

Forças, fraquezas, oportunidades, ameaças, fatores micro (fornecedores, concorrentes e clientes) e macroambientais (tecnologia, economia e política) precisam ser levados em conta nesse contexto de mudança. Isso deve ser feito com o objetivo de que todos os interessados sejam considerados. Assim, otimizações são promovidas com o menor atrito possível.

Qual é a importância da gestão de mudanças?

A era da informação acirrou a competitividade no ramo corporativo aproximando pessoas e mercados, intensificando o consumo e a circulação de dinheiro. A possibilidade de atuar no meio virtual fez não só as empresas bem estruturadas migrarem para o e-commerce e apostarem no marketplace como também incitou as pessoas a abrirem seu próprio negócio.

A tecnologia juntamente à regulamentação é um dos principais motivos pelos quais as mudanças acontecem nas organizações, segundo pesquisa da Harvard Business Review. Por isso a gestão de mudanças é tão importante no contexto da transformação digital.

Ela permite que a empresa se mantenha com alta competitividade no mercado enquanto otimiza suas operações, acompanha o ritmo do setor, promove o clima organizacional e fica atenta aos stakeholders — clientes, fornecedores, parceiros comerciais, investidores, governo e toda a sociedade.

Em uma analogia, a gestão de mudanças mantém a casa em ordem enquanto a reforma é feita. Assim, os moradores e os envolvidos não estranham a nova fachada, disposição dos cômodos, cores das paredes e decoração. O ambiente muda porque sofre melhorias, mas quem frequenta o lugar continua se sentindo à vontade.

Como a gestão de mudanças impacta o negócio?

Por meio da gestão de mudanças, são maiores as chances de sucesso das estratégias, processos e projetos da empresa quando a metodologia é implementada. A preocupação com os impactos das modificações nos indivíduos cria um ambiente propício para o bom desempenho do profissional, dando a ele motivação, uma vez que promove sua capacitação, traz desafios e possibilita desenvolvimento na carreira.

Assim, o colaborador se sente valorizado, aumenta seu engajamento com a equipe e atua alinhado às expectativas da organização. Consequentemente, o cliente ficará mais satisfeito com as entregas, favorecendo a credibilidade do negócio no ramo. A integração com parceiros comerciais e outros stakeholders também melhora.

Aplicação da gestão de mudanças na construção civil

Imagine que a proposta de uma construtora seja instalar um novo software para facilitar a comunicação interna e controlar gastos no canteiro de obras. Quando a alteração é implementada de forma gradual, funcional e claramente explicada ao empregado, ele assimila a importância da medida e passa a agir conforme o esperado.

Dentro desse cenário, o retorno sobre o investimento é maximizado, a relação com fornecedores e parceiros comerciais melhora, o fluxo de trabalho se torna fluido, as aquisições e despesas são criteriosamente controladas e há maior garantia de que o cronograma será respeitado.

Ainda, o desperdício no canteiro de obras, que gira em torno de 8%, é menor, sinônimo de maior retorno para a empresa. Quando as otimizações são bem-feitas, elas garantem retorno a toda a sociedade: por exemplo, a gestão consciente de recursos evita a geração excessiva de resíduos na construção civil e a degradação do meio ambiente.

Como implementar a gestão de mudanças?

Embora a metodologia não seja composta por um pacote fechado de medidas ou ferramentas, como já dissemos, existem jeitos eficientes de implementá-la em sua organização. Confira!

Profundo conhecimento do negócio e do mercado

A administração não sabe para onde vai a menos que entenda perfeitamente a realidade atual da empresa. Conheça a fundo seu modelo de negócio, analise a concorrência, invista em pesquisa de mercado, ouça os gestores de cada área, veja as necessidades dos setores e verifique com parceiros comerciais como a atuação de vocês pode ser melhor integrada.

Uso da tecnologia para engajar colaboradores

A implementação de um software no controle das atividades pode ser altamente recompensadora. O programa facilita rotinas de trabalho, o acompanhamento das tarefas, o armazenamento de informações, melhora a comunicação, forma uma base de dados para projetos futuros e ampara a tomada de decisão de quem ocupa cargos estratégicos.

Promoção da cultura organizacional

Valores, políticas, crenças e diretrizes da empresa precisam ser reafirmados na gestão de mudanças para os colaboradores se alinharem às expectativas da administração. Assim, além de promover o compliance, a conduta da equipe é orientada e ela consegue se adaptar às alterações propostas sem grandes crises.

Definição clara e objetiva de metas e métricas

Não adianta a diretoria fazer o planejamento estratégico e o plano de ação se as previsões dos documentos não forem claramente repassadas à equipe. Se a intenção é aumentar o faturamento em 20% no próximo ano, estabeleça percentuais para controlar custos, definir prazos e reduzir acidentes de trabalho, por exemplo.

Avaliações e acompanhamento de resultados

Dê feedbacks constantes para seus colaboradores saberem se estão no caminho certo. Assim você aumenta as chances de que eles adaptem às alterações e promove efetivamente a gestão de mudanças.

Incentivo ao desenvolvimento profissional

Salário, bonificações, premiações e até mesmo elogios instigam a produtividade e mantêm a equipe alinhada às novas propostas organizacionais. Invista em capacitação, forneça treinamentos para os profissionais aprenderem a lidar com novas máquinas, equipamentos e tecnologias.

Canal comunicativo direto e aberto

Estabeleça um ambiente em que os colaboradores e parceiros comerciais tenham liberdade para falar com colegas dos mais variados níveis. Respeite a concorrência e priorize o atendimento ao cliente. Tudo isso se reverte em prol do seu negócio.

Prosperar no mundo corporativo fica mais fácil quando a gestão de mudanças é implementada. Dessa maneira, além de promovidas, alterações estruturais e novas estratégias operacionais possibilitam que todos os stakeholders sejam devidamente considerados. A empresa é que sai ganhando, retorno esse verificado em ótimos resultados.

Agora que você entendeu melhor como implementar a gestão de mudanças, veja quais soluções adotar no planejamento e controle de obras.

Boas práticas
Talvez você também goste:

Receba conteúdos em seu e-mail!

    Conteúdos recomendados

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Preencha esse campo
    Preencha esse campo
    Digite um endereço de e-mail válido.
    Você precisa concordar com os termos para prosseguir