Saiba aqui a importância de um check-list de obra e como fazê-lo!

  1. Início
  2. Gestão da Qualidade
  3. Saiba aqui a importância de um check-list de obra e como fazê-lo!

Um dos principais desafios da construção civil é manter uma fiscalização eficiente do projeto, garantindo que ele seja entregue dentro do prazo e orçamento estabelecido. Para isso, é importante adotar ferramentas que facilitem o monitoramento do canteiro, como o checklist de obras.

Essa ferramenta permite o acompanhamento eficiente de todas as atividades realizadas na construção, durante todas as etapas da execução do projeto. Assim, os profissionais responsáveis podem evitar erros e lidar com imprevistos de forma otimizada, minimizando qualquer prejuízo que eles possam causar.

Ficou interessado e quer saber como adotar a ferramenta? Neste post, apresentamos informações relevantes sobre o assunto! Continue a leitura e entenda mais sobre o checklist de obra, sua importância e como criar um de forma eficiente na sua empresa!

O que é um checklist de obra?

O checklist de obra é uma listagem de todas as atividades que devem ser realizadas durante o processo de construção. As informações devem ser organizadas em categorias, etapas e em ordem cronológica, seguindo os dados do planejamento do projeto.

A ferramenta tem como objetivo otimizar a fiscalização das atividades realizadas no dia a dia da obra, facilitando a delegação de tarefas, identificação de problemas, suas resoluções e coleta de dados. Assim, os recursos são mais bem aproveitados e fatores que comprometem a entrega são minimizados.

Dentre os elementos que podem ser colocados em um checklist, destacam-se:

  • preenchimento da ficha de verificação;
  • conferência de regularizações e taxas pendentes;
  • avaliação do plano de segurança;
  • análise de orçamento;
  • contratação de mão de obra;
  • compra e locação de equipamentos, insumos e materiais;
  • verificação de estoque;
  • remoção de entulhos;
  • aplicação de treinamentos;
  • avaliação de progresso;
  • vistoria final do apartamento e área comum do empreendimento.

O checklist de obra pode ser utilizado por empresas de qualquer tamanho, em obras de pequeno, médio ou grande porte. Entretanto, para projetos mais complexos, é indicado que ele seja realizado de forma digital, com suporte de um software de gestão.

De maneira geral, o uso da ferramenta de forma digital é mais vantajoso, uma vez que o processo de criação é rápido, automatizado e as informações podem ser consultadas e atualizadas pelos usuários de forma remota, com uso de dispositivos móveis — normalmente tablets ou smartphones.

Qual sua importância para a eficiência da gestão?

O uso de ferramentas como o checklist de obra é importante para que as empresas do segmento de construção civil otimizem suas operações – além de melhorar aspectos gerenciais e estratégicos, que são relevantes para acompanhar as principais tendências do mercado.

Nesse sentido, a prática também contribui para a minimização de problemas que afetam a produtividade do time, satisfação dos clientes e rentabilidade do negócio. Por isso, é um instrumento muito importante para a rotina no canteiro de obras e proporciona vantagens importantes.

Veja nos próximos tópicos, quais são os principais motivos que demonstram a importância do checklist de obra!

Falta de controle no canteiro

O checklist de obra facilita o controle e gestão de toda a operação do projeto. Isso porque ele oferece uma ordem específica para fiscalizar as atividades do canteiro, delegar responsabilidades e funções, bem como conferir informações, por exemplo o total de insumos ou a escala de trabalho.

Desorganização e perda de informações

Muitos projetos de construção sofrem com o acúmulo de documentos e arquivos em papel ao final de cada projeto, que devem ser digitalizados e armazenados de forma segura para possíveis conferências. Com um checklist digital, essa prática pode ser automatizada e realizada durante a execução da obra, evitando a perda e facilitando o processo.

Excesso ou falta de recursos

Outro desafio comum nos canteiros é a falta ou excesso de recursos, como mão de obra, equipamentos de proteção e insumos. Ambos os cenários causam prejuízo financeiro para o negócio e podem comprometer o orçamento e cronograma de entrega do projeto. O checklist evita que eles aconteçam, uma vez que o projeto é acompanhado de forma detalhada.

Insegurança dos clientes

A insegurança de clientes por falta de uma visão clara do que está sendo feito no projeto e garantias de que suas exigências estão sendo cumpridas é um problema comum no mercado. O checklist de obra pode ser usado para criar um documento de acompanhamento que apresenta todas essas informações — em tempo real e em ferramentas digitais.

Como criar um checklist de obra de forma eficaz?

Depois de conhecer os benefícios de investir nessa ferramenta, é importante saber como fazer um checklist de forma eficiente. Embora seja uma tarefa de baixa complexidade, é muito importante adotar certos cuidados para ter um documento completo e personalizado.

Em outras palavras, para criar um bom checklist de obra, é preciso definir um planejamento e reunir informações sobre a construtora e suas atividades. Além disso, também é indispensável treinar todos os colaboradores envolvidos para ter uma aplicação prática e eficiente.

Veja, a seguir, dicas importantes para criar um ótimo checklist!

Avalie o planejamento

Um bom checklist de obra é feito com base no planejamento do projeto, considerando todas as exigências feitas pelo cliente, condições especiais estabelecidas no contrato — como uso específico de materiais sustentáveis — e normas do mercado.

Assim, o primeiro passo é analisar detalhadamente esse documento e listar todas as atividades que devem ser feitas em cada etapa do processo de desenvolvimento, garantindo que nenhuma informação importante seja esquecida.

Categorize as atividades do checklist

O próximo passo consiste na organização das informações listadas no item anterior. O ideal é categorizar as atividades, identificando qual a ordem ideal de execução — considerando possíveis dependências entre elas.

Outra prática importante é determinar qual a frequência de realização de cada função, ou seja, quando algo deve ser feito diariamente ou de forma repetida. Para lidar com isso, é preciso estabelecer um cronograma para o projeto.

Determine os responsáveis

O próximo passo é estabelecer quais profissionais serão responsáveis por cada atividade, bem como aqueles que devem monitorar sua execução e atualizar o checklist. Essa prática garante que nada seja esquecido e comprometa a entrega do projeto.

Nesse momento, é importante atentar à carga de trabalho atribuída a cada profissional, bem como sua competência para exercer essas funções. Quando a prática não é feita de forma correta, pode resultar em insatisfação interna, perda de talentos e erros.

Atribua prazos e instruções

Além de atribuir responsabilidades, é preciso estabelecer prazos que acompanham o planejamento da empresa. Dessa forma, será necessário reunir a equipe para definir prazos realistas e alcançáveis, formando um cronograma que atende às suas previsões de progresso.

Além disso, outra prática importante é incluir todas as normas, regras e instruções para que as atividades sejam realizadas de forma correta. Assim, o documento será abrangente e vai oferecer todas as informações para direcionar qualquer atividade prática ou gerencial.

Faça sua divulgação do checklist

Por fim, é preciso fazer a divulgação do seu checklist, garantindo que todos os profissionais conheçam suas responsabilidades, prazos e informações necessárias para não cometer erros que comprometam a execução do projeto.

A maneira mais indicada para isso é por meio do formato digital, que permite a consulta do checklist de forma remota, usando dispositivos móveis. Quando criado em um software de gestão de obras, ele também pode ser atualizado em tempo real e, em alguns casos, mesmo sem conexão com a internet.

Quais os principais pontos de um checklist de obras?

Ele é um instrumento importante e que proporciona diversos benefícios para uma construtora, independentemente do porte. No entanto, para garantir bons resultados nas atividades, é fundamental que tenha todos os pontos necessários para facilitar as operações.

Sendo assim, alguns pontos primordiais e que devem ser considerados são:

  • avaliação de progresso do projeto;
  • compra de materiais e insumos;
  • locação de equipamentos e máquinas;
  • conferência de regularizações;
  • entulhos – armazenamento e destinação final;
  • estoque de materiais e ferramentas;
  • ficha de verificação;
  • mão de obra básica e especializada;
  • orçamentos e plano financeiro;
  • plano de segurança ocupacional;
  • taxas pendentes;
  • vistorias ao final dos trabalhos.

Nesse sentido, o documento deve conter pontos principais de todas as etapas do projeto, desde o planejamento até a operação. Com todas as informações bem estruturadas e centralizadas, os gestores vão saber exatamente o que fazer e o que é preciso para realizar os trabalhos.

O que indica que o checklist de obra é eficiente?

Quando a gestão da obra tem um checklist completo e bem elaborado, especialmente em meio digital, por meio dos softwares, os riscos de falhas e atrasos são menores. Em outras palavras, as operações acontecem conforme o que foi planejado inicialmente.

Sendo assim, um bom checklist permite que os profissionais tenham orientações precisas para saber o que precisam para trabalhar, de acordo com cada função. Dessa forma, além de notar que o andamento está seguindo o cronograma adequadamente, as perdas e prejuízos são menores.

Além disso, alguns pontos que refletem a eficiência da ferramenta são:

  • que a frequência de verificação bem definida e cumprida;
  • que os prazos acordados estão em dia;
  • que não há desperdícios de tempo e materiais;
  • que o canteiro de obras está organizado;
  • que não há sobra ou falta excessiva de materiais;
  • que a comunicação entre as equipes está eficiente;
  • que existe o uso de softwares de gestão na construtora.

Fica evidente que essa ferramenta é importante para garantir uma gestão de obras eficiente. Seu uso, quando feito de forma digital, permite a otimização da fiscalização do canteiro, controle de insumos e documentação das atividades.

Vale reforçar que um software de gestão de obras eficiente apresenta não apenas a possibilidade de criar checklists, mas também um painel de controle completo, com indicadores de desempenho, mapas de ocorrências e dados importantes para garantir a qualidade do projeto.

Como você pôde notar, o checklist de obra é um recurso muito importante para a gestão de um projeto, sobretudo, para a execução da obra. Portanto, não deixe de contar com a tecnologia para ter todo o apoio e eficiência, a fim de potencializar os resultados na sua construtora.

Gostou do post? Agora que você viu tudo sobre o checklist de obra, o que acha de continuar lendo conteúdos e novidades incríveis sobre a construção civil? Não perca tempo, siga nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro de tudo! Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube!

Gestão da Qualidade
Talvez você também goste:

Receba conteúdos em seu e-mail!

    Conteúdos recomendados

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Preencha esse campo
    Preencha esse campo
    Digite um endereço de e-mail válido.
    Você precisa concordar com os termos para prosseguir